Você sabe como funciona o sistema de compensação de energia?

Autor: Desenvolt 18 de junho de 2019

Somente no primeiro semestre de 2019, segundo a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), foram 32.677 novos projetos fotovoltaicos conectados à rede elétrica. Muitos aspectos têm contribuído para o crescimento expressivo da energia solar no Brasil, um deles é: o sistema de compensação de energia elétrica.


Pela definição, sistema de compensação de energia elétrica é aquele no qual a energia ativa injetada por unidade consumidora é cedida por meio de empréstimo gratuito à distribuidora local. Ou seja, serve para armazenar a sobra de energia gerada pelos painéis fotovoltaicos. Essa sobra de energia é inserida na rede distribuidora e volta para o consumidor em formato de crédito de energia em kWh, que pode ser utilizado para abater o valor da fatura dos próximos meses, sendo válidos por até 60 meses.


Veja na imagem abaixo:


Sobre as normas e regulamentos do sistema

Para ter acesso às condições gerais de fornecimentos de unidades consumidoras, consulte a Resolução de Normativas da ANEEL, nº 414/2010. Além disso, as distribuidoras possuem normas técnicas as quais podem ser obtidas em seus sites ou nas agências de atendimento.


Sobre os consumidores por meio de consórcio ou cooperativa

Neste caso, o critério de divisão de energia excedente é livre. Cabe a cada consórcio ou cooperativa definir o percentual que será alocado a seus integrantes.


Sobre abatimentos de créditos para condomínios

Aqui, é papel do titular da unidade consumidora definir a divisão dos créditos dentre os integrantes do condomínio. Não há necessidade de abatimento de consumo de área comum, seja ela comercial, industrial ou residencial.


Sobre alteração de titularidade

Caso haja alteração de titularidade de uma unidade consumidora com geração distribuída, os créditos não poderão ser transferidos ao novo titular. Créditos alocados à unidade consumidora permanecem com o titular, podendo ser transferidos apenas à unidade consumidora desse mesmo titular, desde que ela seja atendida pela mesma distribuidora.